A importância do Outubro Rosa

A data nos lembra da importância da prevenção a doenças que atingem grande número de mulheres

Monumentos e prédios históricos iluminados de rosa chamam a atenção do público para a importância da prevenção do câncer de mama. Internet/Reprodução

Nas colunas anteriores, abordamos o câncer de mama e as doenças ginecológicas. São temas importantes, pela alta incidência, elevado grau de letalidade mas, sobretudo, por se tratarem de doenças que podem ser evitadas, se a paciente tiver acompanhamento médico preventivo. Pensando nisso, há 30 anos o mês de outubro é marcado por eventos do Outubro Rosa.

A data ganhou ainda mais popularidade nos últimos 10 anos, depois que vários monumentos e prédios históricos em diversas cidades do mundo passaram a ser iluminadas por luz cor de rosa para chamar a atenção do público para aquilo que a Medicina já sabe: a prevenção é a melhor arma de combate ao câncer de mama, de colo de útero e de diversas outras doenças.

O câncer de mama é o de maior incidência no mundo entre as mulheres, representando 24,2% do total de casos em 2018, com aproximadamente 2,1 milhão de casos novos. É a quinta causa de morte por câncer em geral (mais de 600 mil casos) e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.

No Brasil, excluídos os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama também é o mais recorrente em mulheres, de todas as regiões. Para este ano foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres, um número considerado bastante elevado. Também percebe-se um crescimento das ocorrências entre mulheres mais jovens.

Segundo o INCA, alguns comportamentos contribuem para prevenir o câncer de mama em até 28% dos casos: ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas com regularidade, evitar bebidas alcoólicas, manter o peso adequado e fazer exames preventivos de rotina.

Infelizmente, no Brasil este último ponto é um empecilho concreto para boa parte das mulheres. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, das 11,5 milhões de mamografias que deveriam ter sido realizadas em 2019, apenas 2,7 milhões chegaram a ser feitas. A diminuição acentuada do exame preventivo é um fator de risco para milhares de mulheres e um alerta para a importância da campanha Outubro Rosa.

Mantenha um estilo de vida saudável, consulte seu médico com regularidade e mantenha seus exames em dia. Saúde é prevenção.

Gilberto Ururahy é médico há 40 anos, com longa atuação em Medicina Preventiva. É diretor da MedRio Check-up, líder brasileira em check-up médico. É detentor da Medalha da Academia Nacional de Medicina da França e autor de três livros: “Como se tornar um bom estressado” (Editora Salamandra), “O cérebro emocional” (Editora Rocco) e “Emoções e saúde” (Editora Rocco).

    agende