Doenças crônicas são reduzidas com estilo de vida saudável

Especialista alerta para câncer colorretal e diverticulose que podem ser evitados com alimentação equilibrada, prática de atividades físicas regulares, baixo consumo de bebidas alcoólicas e prevenção

Dr. José Ribamar alerta sobre aumento de doenças crônicas em palestra na Med-Rio, em Botafogo 

Em tempos de pandemia de Covid-19, a população precisa estar atenta a enfermidades tão ou mais preocupantes. Durante a crise sanitária, observa-se aumento de doenças crônicas, muitas vezes relacionadas à prática de hábitos nada saudáveis como alimentação inadequada, sedentarismo, alto consumo de bebida alcoólica e ausência de exames preventivos. Esse debate tão importante foi tema do 11° Encontro com a Prevenção, realizado na sede em Botafogo Med-Rio Check-up, na noite do dia 19.

O Dr. José Ribamar, especializado em câncer colorretal e diverticulose, foi o convidado do encontro que dá sequência à série de palestras promovidas pela clínica especializada em prevenção, que comemorou 30 anos em 2020. Em sua fala, o médico alertou para a incidência do câncer colorretal na população acima de 45 anos, faixa etária que, segundo ele, já
necessita de uma atenção redobrada.

O câncer colorretal tem incidência maior em pessoas idosas, mas a partir dos 45 anos já é necessário um rastreamento, principalmente em pessoas obesas, sedentárias e com predisposição genética para a doença — alerta o cirurgião.

A taxa de mortalidade da doença apresenta um grande declínio com um diagnóstico na fase inicial e posterior redução de pólipos, chegando a 95% de chances de sobrevivência. A população também precisa estar atenta em casos de pólipos na família, histórico de câncer em outras regiões como mama e próstata e doenças inflamatórias intestinais e pélvicas.

Além do câncer colorretal, a diverticulose também foi tema da palestra realizada pelo especialista. Os sintomas da doença, presente em 90% dos idosos acima de 70 anos nos países ocidentais, abrangem sangramento e inflamação e, assim como no câncer, há fatores de risco.

O uso constante de anti-inflamatórios e esteroides, necessidade de quimioterapia, excesso de tabaco e cafeína e obesidade são predisposições para a diverticulose — explica o Dr. José Ribamar, também membro da Sociedade Americana de Gastroenterologia e Cirurgia Endoscópica.

Para precaver ambas as doenças, o médico recomenda, além dos exames preventivos, alimentação equilibrada, prática constante de atividade física, redução dos níveis de estresse e boas noites de sono. Passar o dia sentado durante muitas horas, segundo o especialista, também não é indicado.

A Med-Rio Check-up também conta com uma unidade na Barra da Tijuca e, em ambas as unidades, oferece segurança para que seus clientes realizem seus exames durante a crise sanitária. A clínica segue todas as diretrizes sanitárias, com o uso obrigatório de máscaras, medição de temperatura e utilização de álcool em gel.

Os resultados dos exames são emitidos em até 24 horas por meio de aplicativo. Cada cliente possui um prontuário digital, podendo ter acesso ao atendimento pós-check-up via telemedicina. Os dados também são protegidos segundo a Lei Geral de Proteção de Dados. As unidades da Med-Rio Check-up estão integradas ao conceito ESG.

Dr. José Ribamar, entre os diretores da Med-Rio, Dr. Galileu Assis e Dr. Gilberto Ururahy, e Dr. Francisco Costa

    agende

    Veja também

    CADASTRE-SE E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS