MaisRio: Novembro: hora de eliminar o preconceito e se preocupar com a sua próstata

 

Novembro é o mês de conscientização do câncer de próstata, a neoplasia mais comum entre os homens, ficando atrás apenas dos cânceres de pele não melanomas, acometendo segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) cerca de 65 mil brasileiros todos os anos. 

 

Esta pequena glândula localizada na parte baixa do abdome, abaixo da bexiga e a frente do reto (parte mais final do intestino grosso) é responsável pela produção de parte do sêmen, que contém os espermatozoides oriundos do testículo, eliminado durante o ato sexual. 

 

 

O câncer de próstata acomete 6 em cada 10 homens com idade superior a 65 anos, portanto, sendo considerado um câncer da terceira idade, entretanto, a evolução dos métodos de diagnóstico e o aumento da conscientização da população masculina em detectar esta patologia, tem proporcionado aumento nas taxas de incidência, sendo diagnosticada em homens cada vez mais jovens. 

 

Embora com crescimento lento em sua maioria, alguns tumores podem crescer de forma rápida, se espalhar por diversos órgãos e tecidos, podendo levar a morte. Desta forma, o diagnóstico precoce é fundamental para se detectar a lesão em sua fase inicial, possibilitando maiores chances de sucesso terapêutico. 

 

Na Med-Rio Check-up, nosso programa de check-up médico contempla a realização dos três métodos de rastreio mais empregados para se detectar esta patologia precocemente: o toque retal, a ultrassonografia prostática e a dosagem sanguínea do PSA. A associação destes três métodos, sem qualquer sombra de dúvida, aumenta consideravelmente a possibilidade do diagnóstico deste tumor em uma fase inicial. 

 

É fundamental salientar a relação desta patologia com o estilo de vida, sabendo-se que sua incidência está aumentada em indivíduos sedentários, com peso acima da normalidade, que fumam, que abusam da ingestão de bebidas alcoólicas e de alimentação rica em gorduras de origem animal. Desta forma, na consulta pós-check-up, que integra o nosso programa, estimulamos e orientamos nossos clientes a praticar regularmente exercícios físicos, manter seu peso corporal saudável, aumentar a ingestão de frutas, legumes, verduras, grãos, cereais integrais e alimentos ricos em licopeno (tomate por ex.) e selênio (castanha do Pará por ex.), hábitos que diminuem o risco de se desenvolver esta doença.

 

Pacientes suspeitos serão encaminhados aos seus urologistas para dar continuidade na investigação confirmando ou não a suspeita diagnóstica, e mais uma vez, os recursos provenientes do avanço tecnológico nos possibilitam realizar um exame de imagem, a ressonância multiparamétrica da próstata, que proporciona o diagnóstico de lesões em fases iniciais da doença, identificando imagens suspeitas (nódulos), determinando áreas mais precisas para a realização da biópsia, que confirmará ou não a presença da neoplasia.

 

Uma vez feito o diagnóstico, inúmeras condutas terapêuticas poderão ser adotadas, cirurgia, radioterapia, hormonioterapia, observação vigilante (em situações especiais), dependendo do estágio da doença e idade dos pacientes. A escolha do tratamento, portanto é individualizada, discutida com o médico assistente, visando o menor risco e os maiores benefícios para o paciente.

 

Mais uma vez, o avanço tecnológico (cirurgia robótica por ex.), tem proporcionado a possibilidade de procedimentos mais seguros, menos invasivos e agressivos, com menor incidência de complicações pós-operatórias, diminuindo bastante o maior receio de todos os pacientes, que se submetem a este tipo de tratamento, ficar impotente sexualmente e desenvolver incontinência urinária.

 

Saúde é prevenção! 

 

Dr. Galileu Assis para a Revista MaisRio. Galileu Assis é diretor médico da Med-Rio Check-up e membro do American College of Lifestyle Medicine

CADASTRE-SE E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS