DR. GILBERTO URURAHY DR. GILBERTO URURAHY Especialista em medicina preventiva

O aumento nos casos de câncer e a importância do check-up

Mamografia: diagnóstico precoce de um câncer tem 90% de chance de curá-lo. Internet/Reprodução

Doenças graves como o câncer podem ser evitadas com comportamentos saudáveis e check-up anual

 

Pesquisa recém-divulgada do Peso Global do Câncer, com dados de 204 países, incluindo o Brasil, apontou que os casos da doença cresceram 26% de 2010 a 2019, ano em que foram registrados 23,6 milhões de novos diagnósticos em todo o mundo. Na mesma década, as mortes em decorrência do câncer tiveram aumento de 20,9%, passando de 8,29 milhões em 2010 para 10 milhões em 2019.

Os cinco principais tipos de câncer com maior índice de ocorrência (excluindo o câncer de pele do tipo não melanoma) foram: pulmão, brônquios e traqueia (18,3%); colorretal (9,7%), estômago (8,9%), mama (8,2%) e fígado (5%).

Ainda de acordo com a pesquisa, o aumento da incidência da doença ocorreu em diferentes áreas geográficas do mundo, independente da classe social ou grau de escolaridade – embora em menor número entre as os países ricos. Há uma razão facilmente identificável para isso: são os as nações que mais se preocupam com check-ups e diagnósticos precoces. Doenças graves, como câncer de intestino e de mama, próstata e bexiga podem ser evitadas com comportamentos saudáveis e check-up anual, dependendo de cada paciente. O diagnóstico precoce de um câncer tem 90% de chance de curá-lo.

Durante a pandemia um grande percentual de pessoas mandou seus hábitos de vida: sedentarismo (60%), níveis elevados de estresse (78%), peso acima do ideal (60%), uso de bebidas alcoólicas regularmente (50%), esteatose hepática (35%), insônia (35%), obesidade (20%). Estaremos em breve diante da pandemia da doença crônica, incluindo o câncer.

Em uma consulta de check-up é possível realizar uma ampla gama de exames: ultrassom, ecocardiograma, análise de composição corporal, autorefrator, mamografia, teste de esforço, dentre outros, atendendo as recomendações de diversas especialidades, como proctologia, ginecologia, cardiologia, oftalmologia, para citar apenas algumas.

Depois de longos meses da fase crítica da pandemia, é hora de promover a saúde por meio de hábitos cotidianos: alimentar-se bem, praticar exercícios, evitar o tabagismo, ter noites de sono reparadoras fazer exames periódicos e consumir bebidas alcóolicas com moderação, claro.

 

A saúde é o combustível da vida e lidar com ela sem surpresas, se antecipando a eventuais problemas, é a melhor estratégia para a longevidade com autonomia.

 

Saúde é prevenção!

 

 

 

 

 

    agende

    Veja também

    CADASTRE-SE E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS